Chegamos a última parte da matéria sobre os entregáveis mais comuns na rotina de um UX Designer, onde falaremos sobre o Desenho de Interfaces.

consultoria de UX - imagem de prototipagem

Nessa fase, as metodologias mais utilizadas são:

  • Sketches. Uma maneira rápida de visualizar uma nova interface usando papel e caneta. Os esboços são úteis para validar junto a equipe alguns conceitos de produtos e abordagens de design.
  • Wireframes. Um guia visual que representa a estrutura da página, sua hierarquia e elementos-chave. Ferramenta útil para discutir idéias com membros da equipe e clientes e também para auxiliar o trabalho de designers e desenvolvedores.
  • Protótipos. Um protótipo é uma simulação da navegação e dos recursos do site, geralmente usando wireframes ou layouts clicáveis. É uma maneira rápida de testar e validar um produto antes de desenvolvê-lo totalmente.
  • Biblioteca de padrões. Uma biblioteca prática que fornece exemplos (e códigos) de padrões de design de interação a serem usados ​​em todo o site. Essa metodologia fornece consistência ao site e facilita a melhoria de elementos.

As metodologias acima são utilizadas com o objetivo de otimizar a experiência do usuário e estimular a interação desse com o produto em desenvolvimento. O Design de Interfaces deve avaliar se a usabilidade do produto condiz com seu público-alvo e oferecer soluções user-friendly e intuitivas para o sucesso do projeto.

Vale lembrar que as ferramentas apresentadas no decorrer das cinco matérias sobre consultoria de UX não necessariamente devem estar presentes em todos os projetos. Cada projeto é único e é preciso analisar a relevância das metodologias para o sucesso e desenvolvimento do produto digital, levando em conta o mercado, público-alvo, tempo e expectativa do cliente.