Cohort Analysis: o que é e como usar

Adicionar um olhar para métricas em projetos de design e marketing é certamente um diferencial. Além de mais informação disponível para tomada de decisões e definição de prioridades de tarefas, usar essa dimensão de dados também fomenta a cultura de performance: só é possível otimizar se estamos de olho nos indicadores!

Veja a definição, para que serve e como aplicar a técnica de cohort analysis.

O que é análise de coorte

Uma das métricas cuja adoção pela nossa indústria vem crescendo mais é a cohort analysis, ou análise de coorte. É uma técnica mais complexa por ser dinâmica – em vez de um número dado para um período (ex.: sessões totas, tempo na página), a análise de coorte sinalizada comportamento de uso de grupos de usuários ou clientes específicos ao longo de diferentes períodos.

O que é uma coorte

Coorte é um grupo de pessoas que compartilham uma característica em comum em um certo período de tempo.

Defina grupos, acompanhe seu comportamento em um timeframe definido e compare resultados

Em apps, por exemplo, podemos definir coortes de acordo com a data de inscrição no aplicativo:

  • Coorte 1 – usuários que se cadastraram em Janeiro.2019
  • Coorte 2 – usuários que se cadastraram em Fevereiro.2019
  • Coorte 3 – usuários que se cadastraram em Março.2019

Outro exemplo de como é muito usada é em e commerces; aqui as coortes podem ser definidas de acordo com os canais de referência:

  • Coorte 1 – visitantes vindos por tráfego direto que realizaram uma compra
  • Coorte 2 – visitantes vindos pelo Facebook que realizaram uma compra
  • Coorte 3 – visitantes vindos pelo Google direto que realizaram uma compra
  • Coorte 4 – visitantes vindos pelo Instagram que realizaram uma compra
Exemplo de uma análise de coorte

Hipóteses para análise

O primeiro passo para a análise é definir coortes relevantes para o seu caso. Em seguida, são definidos indicadores que podem responder a uma pergunta ou hipótese.

No primeiro exemplo dado, de um aplicativo, poderíamos analisar as coortes por conversões (ou ações) concluídas no aplicativo. Nesse caso, uma diminuição nas conversões em cada coorte sucessiva, em um período, é um sinal perigoso: a qualidade do usuário médio está caindo ao longo do tempo, foram realizadas mudanças dentro do app que afetaram engajamento e retenção. Veja como usar a cohort analysis para medir comportamento.

No segundo exemplo, da loja virtual, as coortes definidas pelo canal de aquisição podem evidenciar que tipos de referência são mais valiosas para o negócio, não baseado somente na receita de uma única compra de cada usuário em uma coorte, mas também de compras que podem se repetir no período. Nesse caso, a análise de coorte pode ajudar a medir o valor da vida útil do cliente, ou LTV (Lifetime Value).

Cultura de performance

É uma boa opção pra quem tem pouco tempo e precisa de um relatório que resuma bem pontos importantes, como retenção e valor por cliente, de aplicativos, sistemas, lojas e sites. Ferramentas como o Google Analytics já oferecem esse tipo de análise, que também pode ser feita manualmente com planilhas de dados simples.

Usar a cohort analysis foi um ponto de avanço importante nos projetos que tocamos aqui na Homem Máquina. Vamos usar essa ferramenta para melhorar seu negócio? Manda uma mensagem pra gente!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Precisa de ajuda com seu site, sistema ou aplicativo?
Nós ajudamos negócios de todos os tamanhos com design, tecnologia e estratégia digital Conheça melhor a Homem Máquina