A importância de se produzir um site responsivo

Construir um site demanda estudo e planejamento por parte da equipe de design e muitos fatores devem ser levados em consideração, como a responsividade dele. Existem diversos tipos de navegadores, dispositivos de vários tamanhos e tipos, indo desde dispositivos móveis até grandes monitores.

Essa diversidade que temos hoje permite que possamos escolher o que será mostrado primeiro para o usuário e como esse conteúdo será exibido, mas na hora de criar um design isso também deve ser pensado com muito cuidado, afinal, diferentes navegadores e dispositivos proporcionam diferentes visualizações.

Durante o desenvolvimento de uma página ou interface de algum site para a web, é necessário considerar que existe essa variabilidade de tamanho dos dispositivos e de navegadores usados pelos usuários, sendo que um mesmo recurso que fica ótimo em um monitor grande pode não ficar tão bom e visual assim na tela de um dispositivo móvel, por exemplo.

Por mais que você esteja projetando um “mobile-first” ou um layout para um dispositivo específico, é importante que o layout desenvolvido seja também adaptado para outros formatos, para que todos os usuários possam aproveitar as funcionalidades daquele recurso, criando assim um bom design visual.

Qual é a importância de um site responsivo?

Para que você consiga alcançar mais pessoas com os seus projetos, é necessário que você desenvolva conteúdos que tenham uma boa interação com elas e, para isso, é necessário estar onde seu público está. Nem todas as pessoas que visualizam seu conteúdo possuem uma tela de alta resolução ou então realizam suas funções usando um celular.

Nesses casos, por mais que o seu conteúdo tenha sido desenvolvido em uma plataforma específica para um tipo de dispositivo (como um aplicativo móvel), o design pode usar uma página em outro local de mídia, para que possa obter mais usuários em potencial.

Um exemplo disso é quando pensamos no contexto de um aplicativo. O designer pode criar também uma página de destino na web para divulgar esse aplicativo e mostrar as vantagens que o usuário terá ao baixá-lo. Um outro exemplo é quando abrimos uma página desenvolvida apenas para desktop em um aparelho móvel, e precisamos ficar aumentando o zoom do dispositivo, ou temos dificuldade para ler e identificar os elementos da página. O mesmo acontece em um site que é desenvolvido especificamente para dispositivos móveis e quando acessamos o site no desktop temos dificuldade para visualizar os elementos.

Quanto mais responsivo seu design for, maiores as chances de você conquistar um público maior.

Qual é a aparência de um design responsivo?

Não existe um único modelo de design responsivo, o designer pode pegar o seu projeto e com algumas aplicações torná-lo responsivo. De forma geral, podemos considerar que os sites são as melhores formas, pois podem ter a mesma aparência no desktop ou celular, projetados de forma específica para esses dispositivos. As duas principais aplicações que tornam o design mais responsivo são:

  • Realinhamento do conteúdo: em telas maiores há mais espaço para experimentar módulos, arranjos e alinhamentos dos elementos do projeto. Já nos dispositivos móveis, embora o conteúdo seja o mesmo, o espaço disponível é muito menor, e por isso ele deve ser alinhado de outra forma, deixando os módulos empilhados, por exemplo.

Os módulos devem ser organizados de forma a não deixar de lado a usabilidade do site, pensando também em como eles ficarão em dispositivos que não são tão pequenos (como celulares) e nem tão grandes (quanto os monitores), como no caso de um tablet, por exemplo.

Além disso, o conteúdo deve ser alinhado de uma forma que a visualização fique simples e o carregamento não seja prejudicado, em casos de conexões mais lentas.

  • Escondendo os conteúdos que não são essenciais: nem tudo precisa ser mostrado de cara, principalmente quando estamos falando de um dispositivo móvel em que o espaço é limitado. É necessário priorizar o que é essencial, e as ações adicionais podem ser deixadas na aba de mostrar mais informações, por exemplo. Essa adaptação deve ser feita também para dispositivos maiores, como desktops, para que o conteúdo essencial apareça primeiro e a interface não fique carregada com conteúdos embaralhados.

Criar um site responsivo é pensar também na experiência do usuário e em como ela pode ser melhorada. Se o projeto é um site de e-commerce, por exemplo, o designer deve ter em mente como o usuário irá interagir com a interface de seu site, que deve ser o mais responsivo possível, para que o cliente possa comprar usando seu celular, seu computador, seu tablet e assim por diante. O principal objetivo é proporcionar uma boa experiência, independente do dispositivo usado.

Inicialmente, é necessário entender de quais dispositivos o seu usuário irá acessar o seu site. Além de deixar o design mais responsivo e acessível, trabalhar diferentes tamanhos e dimensionamento de elementos pode ajudar também na usabilidade do produto, se tornando ainda mais adequado para os usuários.

Após o desenvolvimento e a implementação de um design mais responsivo em seu projeto é necessário realizar testes de usabilidade, usando diferentes dispositivos e navegadores, facilitando a identificação de erros, e como o design pode ser melhorado, pensando na experiência do usuário.

Tradução livre do artigo “The world wide responsive web”. Para acessar o artigo original, clique aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar ×
Precisa de ajuda com seu site, sistema ou aplicativo?
Nós ajudamos negócios de todos os tamanhos com design, tecnologia e estratégia digital
Conheça melhor a Homem Máquina