Blockchain é uma tecnologia que visa a descentralização como medida de segurança. É a base de criptomoedas como o Bitcoin e o Ethereum. Ele funciona com blocos encadeados muito seguros que carregam um conteúdo junto a uma impressão digital. 

Cada bloco adicionado contém a impressão digital do bloco anterior somado ao seu próprio conteúdo. Assim, o bloco 62 depende do 61, que depende do 60 e assim por diante. Essa lógica remete até o início do banco de dados. Uma cópia do histórico de transações  é enviada para todos os computadores disponíveis para processá-la.

Os computadores então processam as transações e checam os resultados entre si. A partir disso é possível validar o novo bloco antes de anexa-lo ao blockchain existente.

Uma fruta, por exemplo, pode vir com um código que mostrará  todo seu processo produtivo, desde o momento de plantio até chegar no mercado. Isso permite que você saiba a procedência exata daquele alimento e datas de validade sejam constantemente checadas.

A ferramenta promete otimizar processos relacionados a transações financeiras e controle interno/ externo de empresas e consumidores, oferecendo transparência, segurança e diminuindo muitos custos operacionais. Ela ainda abre caminhos para novos negócios, serviços e produtos digitais.

Mas como isso impacta no UX design?

A medida que o blockchain for ganhando espaço, caberá aos designers integrarem sua complexidade técnica a uma interface intuitiva e com usabilidade.

Primeiro, deve ser definida a necessidade de aplicar a tecnologia no projeto em desenvolvimento. Feito isso, é hora de considerar o valor e experiência que serão entregues ao consumidor final.

  • UX Design e tecnologia andam de mãos dadas

Toda a excitação com o blockchain aumenta a tendência de concentração nas necessidades da máquina e não dos humanos. Mas de nada adianta um produto com tecnologia de ponta se o usuário não conseguir alcançar seus objetivos de forma simples e clara.  Devemos focar nossos esforços em resolver problemas e criar experiências voltadas para pessoas. É necessário equilibrar UX design e tecnologia, colocando-os no mesmo patamar.

Um blockchain bem executado equivale á um registro transparente, eficiente, e matematicamente impossível de ser adulterado. Um bom UX design aplicado ao blockchain equivale a uma experiência transparente e eficiente para qualquer um interessado na ferramenta, independente da tecnologia por trás disso.

blockchain

  • Somente o necessário

O blockchain possui um sistema complexo, com terminologias muito específicas e de difícil entendimento do público geral. Designers devem transformar essas informações num produto claro, com uma linguagem fácil e acessível.

Além disso, a quantidade de informações densas e detalhadas sobre cada transação feita é grande. O usuário não tem interesse em ver todos os códigos e dados fornecidos, ele precisa apenas de um sistema que funcione e atenda suas necessidades. Mais uma vez, cabe aos UX designers definirem quais informações são relevantes, além de deixar claro para o cliente as limitações de acesso existentes em seu produto.

 

ux blockchain

 

  • Design de confiança

O blockchain é novidade para muita gente, com diferentes níveis de compreensão e confiança a respeito da ferramenta. Os usuários devem perceber seu produto -e as pessoas por trás deles-como seguro e estável.

Realizamos isso através de uma cuidadosa exposição, consistência, feedback recorrente e orientação ativa.

  • Erros acontecem

Uma vez que um novo bloco for adicionado ao banco de dados, ele se torna imutável. Por isso é necessário prestar muita atenção às ações do usuário que são irreversíveis. Adicione níveis de confirmação para reduzir o erro e, caso ocorra, mande-o direto para os próximos passos a serem seguidos.

  • Interfaces do futuro

À medida que novas tecnologias amadurecem, o designer pode se limitar a posição de usuário ou, junto com os desenvolvedores, descobrir como contribuir para o futuro.
Ao se envolver na curva de aprendizado em que os desenvolvedores estarão imersos, o designer poderá ajudar no avanço da próxima geração de serviços digitais.

O blockchain chegou para ficar. A adoção dessa tecnologia pode ser crucial, sendo necessário entender como ela muda seu modelo de negócio. Só não se esqueça de adicionar o UX design a essa nova equação.