UX writing: o que é e por onde começar

Quem trabalha na área de comunicação provavelmente já ouviu falar em UX Writing. O termo, que tem sido amplamente usado na área da informação, se refere a uma técnica de escrita de textos ou microtextos que permitem uma maior interação entre o usuário e o serviço ou produto digital, promovendo uma experiência mais próxima com o cliente e sendo considerado por muitos como uma excelente estratégia de negócio. O “UX” do termo se refere a expressão “user experience”, sendo assim o conteúdo tem como foco principal a experiência de quem vai ler, buscando tornar o leitor cada vez mais próximo do negócio.

Cada vez mais as pessoas buscam por soluções rápidas e que gastem menos tempo, dando preferência para entregas mais rápidas, opções mais rápidas de transporte e até mesmo por informações que possam ser obtidas de forma mais rápida. Nesse contexto, o UX Writing vem ganhando espaço no mercado e pode ser um grande aliado na otimização do tempo, afinal um de seus objetivos também é passar a informação do produto de forma rápida e clara, em um curto espaço de tempo.

Um exemplo do uso do UX Writing são os aplicativos de compras para celulares das lojas de e-commerce. Os textos contidos nesses aplicativos tendem a ser curtos e intuitivos, dessa forma o cliente consegue realizar a compra com apenas alguns toques nos elementos interativos que aparecem na tela do celular. Esse flow só funciona com os comandos fornecidos pelos textos do aplicativo. O profissional responsável por essa técnica é chamado de UX Writer e cabe a ele desenvolver o conteúdo, alinhando com os outros membros de diferentes equipes do projeto.

Como funciona o UX Writing

Imagem de uma mulher sentada no sofá com um laptop no colo, redigindo um texto.
Photo by Cristina on Unsplash

Por se tratar de uma técnica direcionada para a experiência de quem vai ler, o UX Writing funciona como uma ferramenta para passar uma mensagem simples e objetiva para o usuário, promovendo um engajamento entre ambos. Além disso, o UX Writing vai muito além do texto escrito, por isso deve estar em sincronia com o material desenvolvido pelas equipes de design e desenvolvimento.

Assim como todo projeto, o UX Writing deve ter uma estruturação e um padrão de escrita, gerando uma comunicação mais coerente e coesa com o público-alvo. Esse processo de estruturação conta com um guia de escrita, responsável por deixar a comunicação do produto mais consistente e regular.

Dicas para escrever dentro de uma estratégia de UX

Para que um padrão de comunicação seja estruturado, é importante que uma guia de escrita seja elaborada. Essa guia pode ser desenvolvida no começo de um projeto, com a escrita sendo iniciada do zero. Ou então ela pode começar quando já existem documentos prévios sobre o produto ou a empresa, mas ainda não há um padrão definido.

Em ambas as situações, com uma boa guia de escrita é possível iniciar o UX Writing do seu projeto e criar um vínculo direto com o cliente. Algumas dicas que podem ser facilmente implementadas para a técnica de UX writing são:

  • Clareza de linguagem: para facilitar a leitura, otimizar o tempo gasto e permitir que a mensagem chegue de forma adequada até o cliente. É muito importante que a linguagem do texto seja clara, direta e de fácil compreensão.
  • Conheça o perfil de quem receberá a mensagem: conhecer o perfil de quem vai ler o conteúdo ajuda o UX Writer a entender o contexto do seu público e quais são as suas expectativas em relação ao serviço ou produto. Conhecer o perfil de quem receberá a mensagem auxilia também no ajuste de textos previamente produzidos e que precisam ser otimizados.
  • Tenha um foco ou objetivo para a mensagem: sempre tenha em vista a finalidade daquela mensagem como, por exemplo, conscientizar sobre a utilidade do produto ou atrair a atenção para novidades dele. Nesse exemplo, embora ambas as finalidades falem sobre o mesmo produto, a abordagem dos textos podem ser totalmente diferentes.
  • Nunca se esqueça de prezar por uma boa experiência para o cliente: tenha empatia e atenção ao conduzir a mensagem para o cliente. É importante que ele se sinta bem e tenha uma boa experiência com o produto ou serviço prestado.
  • Crie sua guia de escrita: a guia deve ser como uma receita de bolo, mostrando os tipos de linguagem priorizados, o vocabulário e expressões que devem ser usados e as informações que deixem o texto com as características do negócio.

Mesmo com a guia de escrita pronta, esteja sempre atento a possíveis mudanças que podem melhorar o impacto do design e da mensagem na interação com o cliente. Não tenha medo de reformular estratégias e testar novos métodos!

Conclusão

A escolha de profissionais da área de UX Design que trabalham com esse tipo de estratégia digital permite que a empresa não só consiga captar mais clientes, como também fideliza-los  e fazer com que  sintam que a empresa se preocupa com o engajamento que eles têm com ela.

Precisando reformular a experiência do usuário do seu negócio? Fala com a equipe da Homem Máquina (:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar ×
Precisa de ajuda com seu site, sistema ou aplicativo?
Nós ajudamos negócios de todos os tamanhos com design, tecnologia e estratégia digital
Conheça melhor a Homem Máquina